segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Resenha: Lua Azul - Alyson Noël

Ever, já imortal, deseja mais que tudo viver sua eternidade ao lado do amado, Damen. Contudo algumas pedras surgem no caminho do apaixonado casal - uma delas atende pelo nome de Roman, um novo e muito estranho aluno do colégio.
As pessoas parecem idolatrar o rapaz, obedecê-lo - com exceção de Ever, que desconfia do loiro de olhos azuis, cuja descrição faz qualquer uma perder o fôlego. Em uma aposta com a protagonista, Roman diz que, em cerca de uma semana, todos os alunos do colégio serão amigos e se sentarão na mesma mesa - e a primeira reação de Ever é desacreditar as palavras do jovem. Os problemas de Ever aumentam quando Damen lhe dá as costas, ignorando-a e juntando-se com Stacia Miller e o temido Roman - a garota mais popular, e ao mesmo tempo malvada, da escola, e o seu mais novo e perigoso inimigo -. 
Após ter percebido sinais de fraqueza em Damen, Ever conclui que ele estava sendo envenenado aos poucos, até sua morte e procura a ajuda de Ava - uma vidente 'amiga' e pede uma orientação. Logo em seguida, as duas vão até Summerland para que Ever consulte os registros akáshicos - registros que revelam qualquer coisa que aconteceu, está acontencendo ou que acontecerá - a fim de descobrir uma maneira eficaz de salvar a vida de seu grande amor. Lá ela vê o quão difícil fora a vida de Damen, e entende de prontidão a razão para tanta dor que ele sentia ao lembrar-se do passado.
A Lua azul é apresentada como um período em que a lua fica quase da mesma cor que o céu, no qual alguém pode projetar-se para o passado ou para o futuro, e Ever decide tentar voltar ao passado, contendo em si uma esperança de que, se recomeçar tudo, Damen não a encontrará, Drina não virá atrás dela e sua família não sofrerá o acidente. Contudo, quando a experiência se realiza (parcialmente, pelo menos acredito eu), Riley - a irmã mais nova e morta de Ever -, mostra a ela que tudo acontece como deve acontecer, que não há como mudar isso. Após convencer a teimosa irmã mais velha, Riley lhe diz para apressar-se, ocaso contrário Damen não resistirá.
Ao 'voltar', Ever corre até a casa de Ava - que lhe havia prometido cuidar de Damen, mas não o fez - e encontra seu amor à beira da morte, a pequena gêmea Rayne cuidando dele, e o triunfante Roman - todos em uma cena chocante para a garota. Ela quer salvar seu amor, e é enganada por Roman - ele dá a ela o antídoto do veneno feito por ele, que curaria Damen, contudo faz com que ela acrescente seu próprio sangue ao material, e isso traz a vida até seu amor - com o detalhe de que agora, por razão do sangue dela, eles não podem trocar nenhum tipo de material genético - nada de beijos, abraços, etc -, do contrário, Damen morre. Todo esse ódio contido em Roman é explicado pelo fato de que o belo rapaz sempre fora apaixonado por Drina, que por sua vez amava Damen - e quem Damen amava nós já sabemos.

Enfim, recomendo o livro a todos! Uma ótima leitura, sem aquelas repetições irritantes ocorridas em Para sempre, e mais interessante! Contei muitos detalhes desta vez, mas nada se compara a leitura do livro em si! Nota 10!!!

Beijos *_*







Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

3 comentários:

Kate disse...

Eu tenho q ler esse livro mas tô adiando pq naum tenho dinheiro!!!

http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

luciane_rangel disse...

Gostei da resenha. O livro parece ser interessante ^^

Beijos, querida! ^^

₢ris disse...

Ele esta na minha lista de desejado! só me falta tempo e grana, pq se não, comprava todos os livros, dos gêneros que gosto, é claro.

Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML