domingo, 27 de novembro de 2011

[Resenha] O Beijo das Sombras, por Richelle Mead

      AI.MEU.DEUS!!! Não faz dois minutos que acabei a leitura de O Beijo das Sombras e já estou o resenhando, porém não menos pasma do que quando fechei o livro. Richelle Mead acaba de elevar-se ao cargo de melhor-escritora-na-opinião-da-Nika!

      Com maestria, Richelle brinca com seus personagens, fazendo com que seus leitores sejam arremessados à história sem a mínima chance de sair dela. A escritora chega a ser cruel, dando detalhes e ações fantásticas tanto quanto poderiam ser, corroendo o leitor na angústia de querer saber mais do que seu ritmo de leitura lhe permite.

     O livro já começa com muita ação - bem do jeito que eu gosto -. Quem narra os fatos é Rose, uma dampira (vampira+humana) adolescente de personalidade forte e explosiva (já entenderam que eu a amei, não é?! *-* ). Mesmo, porém, sendo narrado por Rose, a importância dada por esta à Lissa, sua melhor amiga, chega a passar a impressão de que a protagonista é a princesa Moroi, de cuja proteção Rose se encarrega desde os cinco anos de idade.

      E por falar em Moroi, vou inteirá-los dos tipos de personagens que os esperam na trama. Temos os vampiros divididos em duas classes: os Moroi, seguidores de um código de ética rígido, que não matam os humanos dos quais se alimentam, e os Strigoi, vampiros cruéis e temíveis, que podem ter sido Moroi ou dampiros, acostumados a matarem os Moroi para viverem de seu sangue. Temos também os já citados dampiros, que quase sempre se tornam guardiões (algo como seguranças, responsáveis por proteger e, se preciso for, dar ou tirar vidas para manter seus Moroi a salvo) e os fornecedores - humanos viciados na substância liberada pelos Moroi durante seu processo de alimentação.

      Por motivos inicialmente desconhecidos, Rose e Lissa viviam clandestinamente no mundo humano há dois anos, até que foram capturadas por alguns guardiões da Escola, dentre eles, o lindo, maravilhoso, perfeito Dimitri. De volta à instituição da qual fugiram - e acredite, isso era um feito inacreditável -, as amigas são separadas e Rose sofre rígidas punições por ter tirado da princesa Vasilisa (o nome de Lissa) a segurança que a Escola oferecia e tê-la posto em risco no mundo humano, onde seria um alvo fácil para os Strigoi.

      Exatamente como no mundo real, as criaturas dão uma importância fenomenal para os comentários feitos pelos outros, mas dentre todas essas criaturas, as que mais se importam com o blá blá blá são os adolescentes. Na trama de Mead não é diferente. Não difere também a maldade nos comentários, ainda mais em um lugar onde a posição social é o motivo de existência de alguns. Por ser membro de uma das famílias reais Moroi, Lissa Dragomir se vê obrigada a participar do jogo político quando Mia, aquela personagem que é quase tudo de ruim - só não é 'duas caras', mas só faltava né?! -, joga em Rose e na própria Lissa os frutos de sua inveja, além de outras coisinhas que não vou contar (estou tentando falar mais nas resenhas, mas sem soltar detalhes significativos, o que, pra mim, é difícil =]).
     
      Pois bem, dentre fofocas, punições, dentes e brigas, Rose enfrenta treinamentos pesados para poder ser a guardiã oficial de Lissa, até por que ninguém poderá assumir o cargo tão brilhantemente quanto a nossa dampira, já que ela e a princesa têm um laço psíquico. Expliquemos melhor essa história. Há algum tempo, Lissa viajava com sua família e sua melhor amiga, mas um terrível acidente fez ir-se toda a família Dragomir, com exceção de Lissa. Rose, inexplicavelmente, não sofreu nenhum ferimento, apesar de os médicos dizerem que sua sobrevivência era um milagre. Após o acidente, Rose 'escorregava' para a cabeça de Lissa em determinados momentos, podendo ver, ouvir e sentir aquilo que acontecia com a amiga, onde quer que esta estivesse.

      Nas idas e vindas, voltas e reviravoltas de O Beijo das Sombras, Rose, a garota que se preocupava mais em viver a vida dela do que a vida que os outros queriam que ela tivesse, muda drasticamente suas atitudes, chegando a causar certa estranheza em seus colegas e em Lissa. A fama de vulgar e indisciplinada delegada à Rose já não se aplica mais a ela em determinada altura da trama, não por que ela assim quisesse, mas por que assim deveria ser. Pelo amor à amiga, a dampira faz todas as suas escolhas voltadas para aquela a quem deveria proteger, deixando de lado a própria essência por Lissa.

      "Os olhos dele eram tão profundos e escuros que eu tive vontade de mergulhar neles naquele exato instante. Olhar bem dentro dos olhos de Dimitri fez com que eu me sentisse com o corpo todo quente, como seu houvesse chamas vindo dele em minha direção. Lentamente, com cuidado, os dedos longos dele se aproximaram e correram pelo meu rosto, traçando uma linha que ia da orelha ao queixo e depois subia pelas bochechas. No primeiro toque da pele dele na minha, senti um calafrio. Ele enrolou uma mecha do meu cabelo num de seus dedos, exatamente como fizera no ginásio."
Páginas 240/241

      Mas alguma coisa está faltando... Ah! Claro! O aspecto mais importante de um YA: o amor proibido. Sim, ele existe, e seria perfeito se se concretizasse. Mas como esse assunto entra no perigoso campo dos spoilers, fica para vocês a tarefa de descobrirem de quem estou falando. ;-)

      A leitura é altamente recomendada, meus queridos! Deliciem-se com a série Academia de Vampiros. Apesar da menor ascensão da série pela mídia, Richelle faz Crepúsculo parecer uma piada - sem graça - perto de seus VAMPIROS.

      Beijos, NikaSanc.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

4 comentários:

Marcelo Lima disse...

rs o beijo das sombras nem delongeé omelhor da série ,mas vamos levar em consideração a o seu encantamento rs. é um livro legal mas os proximos da série sãomuito melhores ") Sua resenha está muito boa.

۞Carla_Witch Princess۞ disse...

Oie!!!
Adorei a resenha, Nika!
Parabéns pelo lindo blog, estou seguindo...
Bjinhosssssssss

Mireliinha disse...

Sou COMPLETAMENTE apaixonada por essa série <3

:*
Mi
Inteiramente Diva

Roberta Silva disse...

Tenho muita vontade de ler essa série. Só não comprei ainda por que quero ver se eles lançam um box dela. Adoro boxes *-*
Beijos!

Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML