segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

[Resenha, Estante Nacional] Senhor do Amanhã, por Vanessa Bosso

Eu tenho uma séria tendência a duvidar de tudo o que me é apresentado.
Principalmente quando nesse "tudo" está envolvido um bom livro.

Sinceramente, porque é que atribuímos a tal criatividade a alguns autores? Será que são eles é que são extremamente criativos, ou nós que teimamos em fantasiar que eles vieram do mesmo pó que nós?

A Vanessa é de outro mundo. E não há quem vá me conseguir convencer do contrário.


Até agora, não consigo acreditar no que li. Na qualidade daquele texto, na boa escrita, na emoção que me foi passada e à qual fui induzida, na história tão bem construída que palpável. Me falta vocabulário para elogiar o livro dessa diva que é a autora. ~E sim, tô puxando o saco que ela não tem. Não encham o meu, porque também não tenho. 2bjs, XY.

Não é à toa que ela está conquistando cada vez mais espaço nesse mercado desgraceiro que é o da literatura no Brasil.


O livro trata sobre conspirações. Está lotado delas. E eu, que amo uns bons "entendimentos secretos dirigidos contra alguém; conluios, maquinações, tramas" (dicio.com.br), me deliciei com 73 capítulos extremamente sagazes e envolventes.

Na história, fatos como o Furacão Katrina, a chamada Gripe Suína e tantos outros foram dispostos como simples eventos de uma programação infernal denominada Agenda Global, os quais preparariam a Terra para a implantação da Nova Ordem Mundial, que consistia na vigência de um único governo, uma única religião, uma única língua, uma única moeda cambial, enfim, como fizera no livro, menção, um dos personagens, Hitler seria ultrapassado.

Em meio à manipulação oferecida por uma mídia censurada, a população não era capaz de compreender um 11 de setembro tão mal explicado. Mas uma hora isso deixaria de fazer diferença. As pessoas seguiriam com suas vidas, seus empregos, suas famílias, seus aparelhos equipados com tecnologia de ponta, etc. Assim pensou - e acertou - o Mestre.

Um Mestre que queria para si um mundo que não lhe pertencia.

O atentado fora transmitido por Helena, uma jornalista que sentiu na pele o significado da censura. Amiga de Mike, cinegrafista, a loira sabia que algo estava errado - e não estava sozinha.

Diante de um cenário extremamente distópico, literalmente infernal, grupos de resistência foram se formando, crescendo, tomando corpo e...


Bem, é hora de vocês lerem o livro. XD

Fico por aqui, pessoas. Não é preciso dizer, mas digo: LEIAM o livro! É demais!

E me vendam um exemplar físico, se tiverem. <3

Até mais ver!




Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

3 comentários:

VAN disse...

Hahahahaha, eu surtei nessa resenha!!! Pesquisou as conspirações no Google? Olha, com as novas conspirações pipocando, dá para escrever um novo livro!! Bjoooooooooooooo

NikaSanc disse...

Escreeeeeva! ♡♡♡♡♡

luis felipe disse...

Demais adorei sua lista, mas vc já leu o livro "reverso" apesar de não ser tão conhecido, se destaca por marcar a história, pois coloca em cheque, as leis que governam o nosso universo, e ainda por cima desafia os principais dogmas religiosos, nossas principais crenças são postas em dilemas cruciais, enfim se trata de um livro arrebatador, esse é o link do livro. Abraços..
www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML